Como vender seus serviços pela internet

A moda agora é vender um produto ou um serviço pela internet. No entanto, sempre tem aquela dúvida cruel: o que é preciso fazer para que isso dê certo? O questionamento é muito interessante, principalmente se pensarmos que a estratégia de venda precisa ser diferente e inovadora se comparada ao que se comercializa em uma loja física.

Então, o que fazer para que o dinheiro e o tempo investidos nesse projeto não sejam perdidos? Para responder a essa pergunta, é necessário entender que quando se fala em vendas on-line, há alguns desafios que tal serviço enfrenta e que devem ser levado em conta. Por isso, vamos dar algumas dicas para facilitar a sua vida.

Do marketing pessoal ao sucesso

Pra começar, você tem que ter em mente que, no momento em que você decide vender um serviço, o produto é você mesmo.

Se você é advogado, programador, cabeleireiro ou web designer, por exemplo, você está colocando em evidência a sua disponibilidade com o compromisso de um saldo positivo em relação a um produto palpável.

Logo, é imprescindível que você preze pela sua capacidade e prove que você consegue apresentar um resultado apreciável quando enfatiza certas características.

Dessa forma, podemos dizer que nesse processo, você está vendendo um relacionamento com si próprio, no qual exige mais tempo e esforço para consumir.

Ou seja, a partir da sua credibilidade, você consegue desenvolver uma relação interessante com os seus clientes, a fim de mostrar a eles que, além de você estar pronto para personalizar o serviço que você oferece, você é capaz de atender as suas reais e indispensáveis necessidades.

Por isso, seja muito específico e detalhista ao descrever o que você está oferecendo.

Deixe muito claro que tipo de trabalho presta para que um potencial cliente prefira você do que o seu concorrente. Uma boa opção é colocar opiniões de pessoas que contrataram você e ficaram satisfeitas.

Testemunhos positivos sempre ajudam uma pessoa a tomar uma decisão. Logo, se o seu site tiver essa ferramenta, considere como um ponto positivo.

Porém, de nada adianta ter um site incrível, bem elaborado se o conteúdo não for bom. Tente raciocinar como o seu cliente, quer dizer, o que ele pensaria antes de escolher pelo seu serviço.

Uma boa maneira para isso é fazer uma lista com os tópicos principais, que contenham algumas objeções e possíveis dúvidas. Em seguida, vá esclarecendo um a um os itens, assim, ajudará na escolha.

Outra situação que, futuramente pode virar um problema, é a preferência do público. Na maioria das vezes, empresas que fornecem serviços específicos como eletricista ou pedreiro dependem, comumente, de clientes locais.

Obviamente que o proprietário de uma confeitaria de bairro pode ficar entusiasmado porque o seu estabelecimento atrai clientes de outras localidades, do mesmo modo que um técnico em computador ficará muito feliz em conseguir, semanalmente, atender empresas de outro estado.

Contudo, é preciso não descuidar do público-alvo. Grande parte de sites que são baseados em vender determinados serviços e que precisam de clientes locais para sobreviver necessitam, ativamente, buscar outras fontes de tráfego local.

Daí entra a credibilidade, que já foi mencionada anteriormente. Se você tiver meios de comprovar a sua competência, com certeza, terá muitos clientes dispostos a pagar pelo seu serviço.

Você pode começar oferecendo seus serviços em sites como OLX, classificados online dos jornais locais da sua cidade, e em sites para freelancers,   tipo NearJobprolancers, etc.

No mais, é fazer um bom serviço, caprichar na qualidade e satisfação dos clientes, cumprir os prazos, que o sucesso com certeza chegará.

 

Como vender e ganhar dinheiro com vendas online

Como vender e ganhar dinheiro online

Abrir um negócio e ser bem-sucedido com vendas exige planejamento, além de bastante dedicação. No comércio pela internet não é diferente. O que acontece é que as redes sociais, bem como uma série de outras ferramentas, facilitaram o contato entre os empreendedores e clientes. Como todo esse processo ainda é relativamente novo, muitos vendedores têm dúvidas sobre como divulgar sua marca de maneira eficiente, ou seja, que atinja seu público e traga retorno.

As possibilidades proporcionadas pelas vendas online são excelentes e, se bem aproveitadas, são capazes de gerar lucros altíssimos. Esse cenário de faturamento é viável para os mais variados tipos de negócios. Tanto os anúncios dos itens ou serviços oferecidos, quanto as próprias transações comerciais podem se beneficiar dos meios virtuais. Além disso, o mercado online é mais democrático que o varejo tradicional, pois não exige investimento em espaço físico. Ele permite que se chegue até as pessoas de diversas regiões e segmentos, bem como propicia que o empresário administre seu projeto de maneira autônoma.

As vendas pela internet funcionam tanto como um trabalho de grande retorno, quanto como um complemento de renda. O primeiro passo é fazer uso dos recursos que o meio virtual apresenta. Ter um site de fácil navegação, que possua todas as informações referentes aos produtos à venda e ao processo de comercialização é essencial. Os consumidores em potencial, com distintos níveis de conhecimento sobre uso de páginas online precisam encontrar os dados para efetuar as compras com rapidez. Confira algumas outras recomendações para fazer a sua marca se destacar no comércio online e dar ótimos lucros.

Dicas para montar um negócio de sucesso na internet

1. Encare seu empreendimento com seriedade e com o mesmo empenho que dispensaria caso as vendas acontecessem em um espaço físico. Já existem muitas pessoas investindo fortemente em lojas virtuais de qualidade, no Brasil e internacionalmente. Portanto, não há lugar para atividades conduzidas de forma amadora.

2. É indispensável conhecer os hábitos de navegação do seu público-alvo. Conforme a faixa etária e classe social dos indivíduos que poderão se interessar pela sua mercadoria, as estratégias de divulgação precisam ser adaptadas. Por exemplo, as redes sociais são formas excelentes de se trabalhar uma marca, mas não atingem igualmente todos os grupos. O marketing tem de ser focado, levando em conta clientes, fornecedores e a concorrência.

3. Em um mercado tão competitivo, é vital diferenciar-se de alguma maneira. Para isso, uma publicidade envolvente, que engaje o público é bastante favorável. Um bom atendimento é outro ponto fundamental, mas que às vezes acaba sendo negligenciado.

4. Ter um mailing adequado para envio de informações relevantes é uma ferramenta preciosa para quem trabalha com comércio online. No entanto, o excesso de e-mails tende a incomodar a maioria das pessoas, que muitas vezes não tem tempo para ler todas as mensagens que recebem.

5. Capacite-se e atualize-se constantemente. O comércio eletrônico está sempre se renovando, seja no formato, seja nas ferramentas empregadas.

As redes sociais no comércio online

Instagram, Facebook e Twitter são algumas das formas mais rentáveis de estar em contato com o público. Lojas como Nasty Gal, Asos e Free People tornaram-se modelos de lojas de sucesso em vendas pela internet por saberem usar esses meios a seu favor. A partir desses recursos, também é possível fazer networking com outros empreendimentos e blogs que contem com o mesmo público da marca.

 

Como vender pela internet

Dicas de como vender pela internet

A internet já se consolidou e isso não é novidade. Os sites de venda online estão surgindo e crescendo cada vez mais. Portanto, a concorrência no online também é grande.

Investir em vendas pela internet é um belo empreendedorismo. Para isso, é necessário que as ideais sejam boas e o planejamento também.

Por conta da concorrência, é importante que o site online consiga se destacar. Caso o empreendedor comece pensando que o site é apenas um local para jogar coisas e esperar vender, certamente o negócio não dará certo e as expectativas serão decepcionantes.

Para entender melhor como começar a vender pela internet, mostraremos algumas dicas para que o negócio comece bem. Essas dicas não são apenas para quem só tem as ideias no papel e quer começar algo novo, elas são também para os vendedores offline que querem expandir seu empreendimento e começar a investir no mundo online.

Dicas de como começar um negócio online

O mais importante é ter em mente um plano de negócios e conseguir passá-lo para o papel. Organizar as ideias, investimentos e pensar em todos os detalhes, desde sua própria marca, táticas de marketing e, até mesmo, análise do mercado, concorrentes e também fornecedores. Isso é importante para conseguir dar visibilidade ao negócio e tentar apontar quais os possíveis problemas que podem ocorrer.

Depois, é preciso pensar no site em si e em sua navegabilidade. Sites não podem ser lentos, pesados ou saírem constantemente fora do ar. Isso prejudicará as vendas e a captação de clientes.

Para conseguir agradar o cliente, além de fornecer os produtos dos quais ele procura, a visibilidade do site também afeta. Um site deve ser limpo, legível, fácil de navegar e precisa conter todas as informações necessárias sobre produtos, marca, vendas, preços, fretes, descontos, encaminhamento e etc. Faça descrições detalhadas dos produtos, use palavras-chaves e imagens de alta qualidade.

Mantenha uma relação com o cliente e facilite o atendimento. Use chat no site, com uma pessoa que possa ficar ligada a todo momento e estar pronta para atender e tirar todas as dúvidas do cliente, além de solucionar problemas. Disponibilize e-mails e telefones.

A criação de redes sociais e blogs pode ser um ponto alto em seu comércio online. O blog ajuda a dar mais informações e complementa conteúdo. Também é mais um meio de relacionamento com o cliente, atendimento e divulgação do site. Assim como as redes sociais.

Nichos x Mercado de Massa

Um fator importante que deve ser levado em conta na hora de abrir um site de vendas online é o mercado que irá trabalhar e competir. É preciso conhecer o meio e saber qual foco seu negócio terá.

Fazendo um site de nichos, você escolhe um segmento específico e investe totalmente nele. Na hora de escolher qual o nicho, opte por um que tenha conhecimento e familiaridade. Escolher um nicho é eficiente, pois as chances de se dar bem ficam maiores, já que o site irá concorrer com pequenos negócios também.

Caso escolha seguir no mercado de massa, tenha em mente que irá competir com grandes comércios e marcas. O que pode ser mais difícil, mas não impossível. Aqui, pesquise bastante e tente oferecer preços melhores aos clientes. Mas, é preciso conseguir passar segurança e ganhar a confiança deles.

E com isto estamos começando uma série de artigos sobre vendas, em especial sobre vendas online.  Não deixe de acompanhar os próximos artigos.

Enquanto isto, gostaria de convidar você a conhecer nossa área de cursos digitais, que tem vários cursos voltados especificamente para a parte de vendas online. Acesse no link abaixo e confira:

http://blog.seusucessonaweb.com.br/cursos-digitais/

 

 

Máquina Automática de Vendas – MAV

Você gostaria de aprender a fazer muitas vendas pela internet? Já pensou em se tornar profissional de vendas pela internet e ganhar um bom dinheiro?

Apresentamos a Máquina Automática de Vendas:

Máquina Automática de Vendas

Preste atenção neste vídeo:

 

Percebeu o quanto este treinamento é poderoso?  ficou interessado?

Então clique no link abaixo para obter mais informações:

http://blog.seusucessonaweb.com.br/cursos-digitais/

Espero que isto te ajude a obter os resultados que tanto almeja.

 

Se o produto da China é ruim, porque todo mundo compra?

Se o produto da China é ruim, porque todo mundo compra?

Hoje em dia, a China é uma das maiores exportadoras do planeta. Os chineses foram espertos ao criarem um modelo de fabricação: produção rápida e barata. O que eles fazem é abrir fábricas de produção de um único produto. Sabe aquele guarda-chuva que você tem? Muito provavelmente ele veio de uma das fábricas da China.

Os produtos da China são famosos por sua variedade e preço baixo. Além do mais, os chineses não cobram frete. Em sites chineses, podemos encontrar brinquedos, roupas, maquiagem, eletrônicos, produtos de beleza, enfim, encontramos de tudo. O que eles facilitam também é na hora da compra. Basta você ter um cartão de crédito e esperar que seu produto chegue em sua casa.

As pessoas que compram produtos na China preferem pagar mais barato e esperar dois meses pela entrega, do que comprar mais caro no Brasil. O que é compreensível, já que, no Brasil, encontramos produtos muito mais caros do que lá. A China já se tornou popular no Brasil, tanto que é o segundo país de onde os brasileiros mais compram.

Aí, você deve pensar: “e o imposto?”. Em relação aos impostos, não existe muita diferença entre os produtos importados da China e os demais. A diferença de comprar na China e comprar em outros países, é que os produtos da China sofrem a tributação chinesa e, por isso, saem mais baratos que comprar em outros lugares, até mesmo no Brasil.

Porque comprar produtos da China?

Mais variedade, facilidade e preços baixos. Isso mesmo! Mesmo tendo que esperar alguns meses para receber o seu produto, vale a pena comprar.

Provavelmente, mesmo que você não tenha comprado nenhum produto diretamente da China, na sua casa deve ter vários produtos que vieram de lá. Como você está lendo essa matéria? Pelo computador, celular ou outro dispositivo móvel? Dá uma olhada nas peças internas dele, a probabilidade de que ela tenha sido fabricada na China é muito grande.

Anos atrás, as pessoas falavam muito que os produtos da China eram ruins e que estragavam fácil. E, de fato, alguns produtos não são bons. Todo cuidado é pouco na hora de comprar. O indicado, na verdade, é comprar produtos chineses, mas nas lojas do Brasil, onde você possa ver o produto. Se você não conhecer nenhuma loja aqui no Brasil, pode comprar pela internet, desde que seja um site confiável. Converse com algum amigo que já tenha comprado e gostado ou procure pessoas que tenham feito isso.

Cuidado

Se você ainda não comprou nenhum produto chinês, na primeira comprar evite gastar quantias elevadas. Por mais vantajoso que possa parecer, sempre há riscos. Também, evite fazer o pagamento via boleto bancário. Opte sempre por cartão de crédito, de preferência o cartão internacional, pois, caso você caia num golpe, é mais fácil de recuperar seu dinheiro.

O primeiro cuidado a tomar – e mais importante – é pesquisar sobre o vendedor que atende pela internet. Pesquise e veja se não há nada de errado com ele, confie desconfiando. Outro ponto importante é que, na hora de ver o produto para comprar, você deve prestar atenção nos comentários abaixo. Se o produto é barato demais, não compre. Venhamos e convenhamos: produtos têm que ter um preço justo. Nada muito caro, nada muito barato.