Como vender artesanato pela internet

Em função do avanço da tecnologia, a internet se tornou uma ferramenta indispensável nas nossas vidas. Através do mundo online, podemos encontrar praticamente tudo o que procuramos desde simples informações e notícias a filmes, músicas ou mesmo produtos importados. Por meio da internet, é possível disponibilizarmos até produtos de fabricação própria para vender.

Por exemplo, se você faz artesanatos por hobby ou como profissão, que tal coloca-los à venda na internet? Atualmente, ter uma loja virtual garante, muitas vezes, vendas ótimas para o seu produto, e vender artesanato pela internet pode ser um bom negócio.

É através do comércio eletrônico, ou simplesmente e-commerce, que se consegue uma margem expressiva para a venda de produtos.

O conceito é muito simples: tem o formato de uma loja física, porém ela é virtual, em que as pessoas podem apreciar marcas existentes, descobrir outras, conhecer o produto que procura a partir de fotos até realizar a compra de fato.

A maneira em se realizar o pagamento e o envio é variada e podem ser escolhidas conforme o gosto do comprador. A grande vantagem desse tipo de serviço é a praticidade e a rapidez com que é feita, uma vez que não existem preocupações com a localização do cliente.

A era online é responsável por ampliar significativamente uma determinada marca na internet, além, é claro, de introduzi-la a este meio e possibilitar visibilidade do que se está vendendo.

Se você é muito boa com crochê ou bordado, pode mostrar as suas habilidades por meio de vídeos. Grave o passo a passo dos pontos, faça um book das peças que você já produziu ou quem sabe crie um vídeo explicativo, tipo um tira-dúvidas e divulgue no YouTube. Esse site é bastante visto e tem relevância bem alta pelo Google. Isso ajuda a deixar o seu vídeo entre os primeiros do ranking.

Muito embora o número de venda online esteja em crescimento, a comercialização de artesanatos via internet ainda não tem a comunicação e o reconhecimento desejados. Isso acontece porque ainda não é possível suprir certas necessidades que comerciantes e compradores do ramo tem.

A principal de todas é o contato visual e físico com o produto em questão. Assim, é interessante investir em estratégias que não façam dessa dificuldade um problema.

Uma delas é ter cuidado quando o produto for mandado pelo correio. Como o artesanato é minucioso e possui peças, na grande maioria, delicadas, é preciso que o empreendedor invista em embalagens resistentes e que garantam toda a segurança para que a encomenda cheque ao seu destino da mesma forma em que foi enviada.

Outra boa dica é usar a criatividade para vencer os empecilhos que a ausência de um contato físico direto com a criação artesanal gera. Logo, não se pode desistir desse canal de comunicação, já que em um futuro bem próximo, esse tipo de comercialização pode vir a ter uma realidade completamente diferente.

De acordo com alguns estudos, o público que tem acesso à internet chega a incríveis 81 milhões em todo o Brasil. E não para por aí! Dados apontam que esse número só tende a aumentar cada dia mais, da mesma forma que a quantidade de pessoas que se utiliza desse meio para adquirir produtos e serviços.

Então, se o número de pessoas que prefere comprar pela internet é proporcional ao aumento arrasador das vendas, essa é a hora! Não perca mais tempo e alavanque ainda mais as suas vendas!

Como começar  a vender seu artesanato pela internet

E para começar a vender seu artesanato, você pode usar uma das muitas opções de lojas focadas em venda de artesanatos.  Basta se cadastrar, colocar seus produtos a venda e começar a faturar.  Mas antes observe as condições de cada loja, para poder firmar uma parceria de sucesso.

Abaixo alguns exemplos de lojas onde vender seus produtos de artesanato:

http://www.elo7.com.br/

http://www.unearte.com.br/

https://www.solidarium.net/vender

 

Como vender pela internet

Dicas de como vender pela internet

A internet já se consolidou e isso não é novidade. Os sites de venda online estão surgindo e crescendo cada vez mais. Portanto, a concorrência no online também é grande.

Investir em vendas pela internet é um belo empreendedorismo. Para isso, é necessário que as ideais sejam boas e o planejamento também.

Por conta da concorrência, é importante que o site online consiga se destacar. Caso o empreendedor comece pensando que o site é apenas um local para jogar coisas e esperar vender, certamente o negócio não dará certo e as expectativas serão decepcionantes.

Para entender melhor como começar a vender pela internet, mostraremos algumas dicas para que o negócio comece bem. Essas dicas não são apenas para quem só tem as ideias no papel e quer começar algo novo, elas são também para os vendedores offline que querem expandir seu empreendimento e começar a investir no mundo online.

Dicas de como começar um negócio online

O mais importante é ter em mente um plano de negócios e conseguir passá-lo para o papel. Organizar as ideias, investimentos e pensar em todos os detalhes, desde sua própria marca, táticas de marketing e, até mesmo, análise do mercado, concorrentes e também fornecedores. Isso é importante para conseguir dar visibilidade ao negócio e tentar apontar quais os possíveis problemas que podem ocorrer.

Depois, é preciso pensar no site em si e em sua navegabilidade. Sites não podem ser lentos, pesados ou saírem constantemente fora do ar. Isso prejudicará as vendas e a captação de clientes.

Para conseguir agradar o cliente, além de fornecer os produtos dos quais ele procura, a visibilidade do site também afeta. Um site deve ser limpo, legível, fácil de navegar e precisa conter todas as informações necessárias sobre produtos, marca, vendas, preços, fretes, descontos, encaminhamento e etc. Faça descrições detalhadas dos produtos, use palavras-chaves e imagens de alta qualidade.

Mantenha uma relação com o cliente e facilite o atendimento. Use chat no site, com uma pessoa que possa ficar ligada a todo momento e estar pronta para atender e tirar todas as dúvidas do cliente, além de solucionar problemas. Disponibilize e-mails e telefones.

A criação de redes sociais e blogs pode ser um ponto alto em seu comércio online. O blog ajuda a dar mais informações e complementa conteúdo. Também é mais um meio de relacionamento com o cliente, atendimento e divulgação do site. Assim como as redes sociais.

Nichos x Mercado de Massa

Um fator importante que deve ser levado em conta na hora de abrir um site de vendas online é o mercado que irá trabalhar e competir. É preciso conhecer o meio e saber qual foco seu negócio terá.

Fazendo um site de nichos, você escolhe um segmento específico e investe totalmente nele. Na hora de escolher qual o nicho, opte por um que tenha conhecimento e familiaridade. Escolher um nicho é eficiente, pois as chances de se dar bem ficam maiores, já que o site irá concorrer com pequenos negócios também.

Caso escolha seguir no mercado de massa, tenha em mente que irá competir com grandes comércios e marcas. O que pode ser mais difícil, mas não impossível. Aqui, pesquise bastante e tente oferecer preços melhores aos clientes. Mas, é preciso conseguir passar segurança e ganhar a confiança deles.

E com isto estamos começando uma série de artigos sobre vendas, em especial sobre vendas online.  Não deixe de acompanhar os próximos artigos.

Enquanto isto, gostaria de convidar você a conhecer nossa área de cursos digitais, que tem vários cursos voltados especificamente para a parte de vendas online. Acesse no link abaixo e confira:

http://blog.seusucessonaweb.com.br/cursos-digitais/